Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

It happened

Sobre mim...não é fácil resumir aquilo que sou numa única frase. E claro o que eu acho que sou em nada pode ser o que os outros acham que eu sou. ( confusa esta frase) Sou mulher, sou esposa, sou mãe, sou amiga...

Sobre mim...não é fácil resumir aquilo que sou numa única frase. E claro o que eu acho que sou em nada pode ser o que os outros acham que eu sou. ( confusa esta frase) Sou mulher, sou esposa, sou mãe, sou amiga...

It happened

22
Mar21

Vidas....

Calexa

Olá como estão todos? ☺️

Tiveram saudades minhas? 
Ando a desleixar-me de escrever por aqui. E sinto que me tem feito muita falta. Já lá vão 4 meses desde a última vez….Mas tenho que vos dizer que mesmo em tempo de pandemia e confinamento a minha vida continua a mil.
Pois é quem diria que as nossas vidas iriam se manter tão agitadas, mesmo estando fechados???
Vamos lá então recuar no tempo e resumir um pouco destes 4 meses.
Posso começar pelo assunto do momento das redes sociais  que é o Big brother #bbtvi…. Pois é eu que apenas vi o 1º e depois não coloquei os olhinhos em mais nenhum, desde que iniciou o confinamento no ano passado que me colei a ver.
Gostei muito de ver o 2020, o Revolução gostei mais ou menos e este que esta a terminar…bem tem muito que se lhe diga…
Gostei muito de ouvir 4 comentadores, claro que não quer dizer que concorde com tudo o que eles dizem, mas serão talvez aqueles que mais se aproximaram do que eu estava a pensar. Estou a falar da Marta Cardoso (sempre a ver todos os lados de forma assertiva sem fazer julgamentos), do Pedro Crispim (Rei da Bobage, que preza pela diferença e adoro a energia positiva que ele passa), da Pipoca mais doce (a nossa rainha, que tem estado ausente, mas diz sempre o que pensa sem floreados) e da Susana Dias Ramos (que pensa sempre com o lado do coração). A estes 4, juntou-se neste ultimo BB uma concorrente que se tornou comentadora e que também cativou a minha atenção que foi a Andreia Filipe, as suas opiniões foram sempre dadas de forma imparcial, seja de alguém que ela goste mais ou que goste menos, diz o que tem a dizer, mas sempre de forma ponderada. Isto é raro de ver. Os restantes…são os restantes.
Relativamente aos apresentadores, entre o “principais” e os do Extra, bem aqui a minha opinião vai variando. Relativamente ao Cláudio Ramos e à Teresa Guilherme, tem momentos que gosto, outros que nem por isso. Acho que eles fazem uma boa dupla, mas que por vezes deixam a veia teatral ir longe de mais. Acho também que como apresentadores não deviam ser tendenciosos e isso não se verifica. Claro que são seres humanos e terão sempre os seus preferidos, poderão gostar mais da atitude do A ou do B, mas estando no papel que estão deveriam tentar se controlar um pouco mais, principalmente a Teresa que por vezes acaba por ser grossa com alguns concorrentes. Adoro que a Pipoca também esteja nas galas, pois ela acaba por equilibrar essa tendência deles, acabando sem papas na língua de dizer aquilo que muitos de nós gostaríamos de dizer, mas não conseguimos.
Dos apresentadores do extra, gosto muito da Maria Botelho Moniz, ela transmite uma calma, uma serenidade quando fala. Acho que ela fez os programas dela com o coração e isso passa para nós e ficamos mais aconchegados. Gosto também da Mafalda e da Maria Alice, mas não é a mesma coisa.
Falando dos concorrentes, bem aqueles que mais gostei de ver no BB2020 foi o grupo dos sensatos, sem dúvida e gostei muito que a Soraia ganhasse, aquela miúda tem um coração de ouro, ela é tudo só amor, nem imaginava ser possível existir alguém assim no mundo. No BBR não gostei de ninguém em particular, esse BB foi um bocado baixo nível. Quando me lembro só me vem coisas negativas à cabeça, como a Carina ou Rui Pedro. Não sinto que tenha sido justo a Zena ganhar, acho que ela não foi uma boa jogadora. Se tivesse que escolher um, escolheria a Andreia, pelo motivo que já referi anteriormente. Neste, bem neste não tenho nenhum favorito. Sinceramente não dava o prémio a nenhum. Não houve nenhum que me marcasse pela positiva na totalidade. E olhando para os finalistas… Temos o Savate que desceu a pique na minha consideração, devido à forma que passou a tratar a Joana, aliando-se a um Rui Pedro… Temos uma Joana que não tem maneiras de falar e é uma mimada….Temos uma Noélia que não pensa no que diz e depois dá o dito pelo não dito e por fim uma Sofia que mais me parece uma sonsinha que veio em modo cobrinha e que sinceramente acho que é ela que vai papar isto.
E o que aprendemos com os BB’s? Nada ou quase nada. No máximo ficamos a conhecer como é a mente do ser humano na sua generalidade.
O que vemos ali é nada mais nada menos que um pequeno exemplo do que realmente a nossa sociedade é. Não só dentro da casa como cá fora. É uma barbaridade os comentários que se vêem nas redes sociais. Vemos pessoas que só vêem um lado das situações ou vêem as coisas de forma deturpada e depois insultam os concorrentes, insultam os apresentadores, ainda insultam os comentadores e insultam-se uns aos outros. O mais ridículo de tudo é que os concorrentes, nem sabem que estas pessoas existem e elas estão cá fora a sentir a dor por eles.
Se eu também fico revoltada com alguma coisas que vejo ou ouço. Sim Claro que fico, mas isso não me dá direito de ir destilar o meu ódio para as redes sociais e insultar quem quer que seja.
É só lamentável!
É mesmo de lamentar que as pessoas não tenham aprendido nada com a chegada do Covid-19. Lembro-me na altura que ele chegou, de se dizer que este vírus tinha vindo para curar o mundo porque ele estava doente, que ia fazer com que as pessoas começassem a ver a vida de um outro prisma e que passassem a pensar mais no próximo ao invés de pensar apenas no próprio umbigo. Mas não é nada disso que eu vi no último ano e que continuo a ver.
O que eu vejo à minha volta são pessoas, stressadas por tudo e por nada, revoltadas com o mundo e empatia zero, zerinho mesmo.
Ainda há uns dias comentava isso mesmo com uma amiga minha e ela disse-me que não era nada que ela não tivesse à espera, pois tinha lido um livro o “Ensaio sobre a Cegueira” de Saramago e que tinha sido como levar um soco no estômago, por isso que já não se admirava com o que estávamos a passar. Hei-de ler um dia, mas não agora. Sinto que eu mesma estou esgotada.
Esgotada por este confinamento não ter fim, sinto falta do sol, do mar, de colocar os meus pés na areia, dos passeios, de ir a um café ou a um restaurante, de ir a um hotel passar um fim-de-semana ou simplesmente de poder visitar o meu país.
Pior disto tudo é que não vejo o fim do caminho, a luz no fundo do túnel. Continuo apenas a ver uma grande confusão onde quer que seja.
Em Janeiro também nós cá em casa fomos apanhados pelo maldito bicho. Adiantou muito andar sempre de máscara, evitar as saídas, e desinfetar tudo e mais alguma coisa, ele entrou na mesma. Felizmente as miúdas foram assintomáticas. Apenas eu e o meu marido ficamos com sintomas. Sintoma de uma valente gripe por dois ou três dias mais ou menos. No caso do meu marido a coisa foi pior pois atacou-lhe os pulmões, anda há um mês a fazer um medicamento à base de cortisona para os pulmões limparem, mas felizmente está melhor e ainda ontem repetiu o RX onde se viu que as manchas estão a desaparecer.
Mas ontem fiquei muito chateada com o nosso SNS, ia fazer uma pequena cirurgia hoje, e tive que fazer o teste do covid. Eu ainda perguntei se realmente era necessário, pois tive infetada à menos de 90 dias e pelo que dizem, não somos contagiosos nesse período. Mas lá fui eu fazer e cá estou eu com positivo. Diz a minha médica que eu não tinha que ter feito teste, porque o vírus demora a desaparecer mas não contagio ninguém, mas eu tinha que fazer né…Fui obrigada a isso…Resultado o médico não me operou, mesmo sendo um risco baixo….
Mauuu mas eles que se decidam então não sou um risco ou sou um risco baixo??? A verdade é que o meu marido foi às urgências duas vezes por causa da falta de ar e sempre o tiraram da parte o Covid, por ele não ser contagioso.
Mas então em que ficamos afinal? Ninguém se entende e ainda querem que acreditemos nos nossos médicos.
Resumindo estou ótima, para ir ao supermercado, para trabalhar ou estar com a minha família, mas não estou em condições para estar numa sala de operações, onde todos usam equipamento de proteção. Um bocado estranho.
E deixa uma dúvida na minha cabeça, o que será pior uma pessoa que foi fazer o teste e deu negativo, mas estava em fase de incubação e passados dois dias está a contagiar meio mundo ou eu que “supostamente” não sou contagiosa, mesmo ainda estando positiva. Ainda bem que não é uma cirurgia urgente, pois foi remarcada para a 1ª vaga (daqui a 3 meses). A ver vamos se vai ser na altura, pois o meu marido foi atendido no hospital por uma enfermeira que lhe disse que estava positiva já há um ano….
É o país que temos….
Mas acham que nestes 4 meses a minha vida se resumiu a BB’s e Covid’s nãooooooo…..
Pois é a minha vida não seria a mesma se não existissem novas peripécias com a ex do meu marido né….
Faz cerca de um mês que ela foi fazer queixa a tribunal de nós/dele. Pois é com toda a razão só que não…..
Se bem se lembram num post que fiz em Julho/2020 eu falava das SMS insistentes dela…pois é …o meu marido chegou a um limite…Como ela abusava sempre em demasia nos insultos e estava sempre de volta dos mesmo assuntos (aborto) só para nos ferir ele optou por cortar totalmente os contactos com ela e passou a ser o meu número de telemóvel o número disponível para que ela pudesse tratar dos assuntos da filha. E vocês dizem, mas estás louca, então ela vai passar a insultar-te a ti. Sim verdade, mas em numero bem mais reduzido. Pois eu não sou uma pessoa explosiva como ele é e ela sabe disso. Então dizia barbaridades para o atiçar.
Foi assim que decidimos, pois para alem de termos um bocadinho mais de paz apenas, não seria possível fecharmos de vez os contactos com ela, pois ela é a mãe da filha dele e tem também direito a saber da filha a estar com a filha…
Mas ela percebeu isso??? Nãoooo
Então lá foi ela fazer queixa a tribunal.
Disse que a mudamos de médica de família sem autorização dela, quando na verdade a miúda nem gostava da médica, preferia a médica do pai. E foi tudo feito de forma legal, primeiro tentamos que ela desse a autorização para não precisar da situação ser avaliada pelo departamento jurídico do centro de saúde, como isso nunca aconteceu, lá tivemos nós que tratar disso. Ela disse várias vezes que a filha só mudava de médico quando fosse maior de idade, gostasse ela ou não. Felizmente a lei estava do nosso lado, como o meu marido é que tem a guarda e após falarem com a menina confirmaram o que ela queria, trataram de a mudar.
Disse ainda que não cumprimos a parte do acordo, onde estava estipulado que o ano novo era passado com ela, ela esquece que a filha também tem voto na matéria por já ter 13 anos. E a filha combinou a passagem de ano com os avós, porque estava cheia de saudades deles.
Falou ainda que nós não lhe passávamos os recibos de quitação da pensão, quando ela é que tinha a morada errada no vale postal (sim ela paga por vale postal, porque não aceita que o dinheiro entre na minha conta, conta essa que eu divido com o meu marido, mas ok).
Por fim, agora vem a parte engraçada só que não…. Ela disse ainda na queixa que o pai tinha abandonado a filha ao cuidado da madrasta, porque não estava bem fisicamente, nem psicologicamente, dizia ainda que aconselhava que o tribunal o internasse loool. Quem é mesmo que está a dar uma de louca aqui???? E desde quando ela tirou o curso de psicologia para o avaliar como doente mental, só porque ele não quer falar com ela….
Enfimmmmmm……..
Já com data marcada em tribunal, o meu marido resolveu juntar todos os SMS onde foram falados todos os assuntos acima referidos e expos como prova a tribunal….resumindo o tribunal adiou sem data a reunião ……
Mas se acham que isso fica por aqui….nãoooooo.

Hoje ele recebeu uma carta e vai ter que se apresentar na CPCJ, pelo que entendemos, parece que sempre que alguém faz queixa por abandono, como ela fez, o tribunal acciona a CPCJ. Portanto lá vai ter ele que ir se justificar, por uma parvoíce. Claro que sabemos que não vai dar em nada, porque estamos de consciência tranquila, mas mais uma vez ela consegue nos stressar.
E também não entendo o porque do tribunal encaminhar para lá, quando não os ouve. Sim na altura da partilha da guarda, a CPCJ estava lá para dar o parecer e não foi ouvida pela juíza.
Enfim. Sempre tudo muito coerente.
Bem por hoje fico-me por aqui, ainda tenho muito para vos atualizar, mas fica para um próximo post ;)
Fiquem bem, cuidem-se e amem o outro ♥

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub